RESERVE SUA POUSADA

Como dirigir com segurança na descida da serra

Rodovia Osvaldo CruzA descida da serra é uma das principais preocupações de quem vai para Paraty de carro. Principalmente para quem não tem muita experiência em dirigir na estrada e está indo para Paraty pela primeira vez. Existem muitas dúvidas sobre as condições das estradas, sobre o horário da viagem, sobre a segurança e sobre os cuidados na direção. Este post foi criado especialmente para esclarecer estas dúvidas e ajudar os viajantes na escolha do melhor caminho.

Primeiramente sobre as condições das estradas. Quem sai do Rio de Janeiro ou de Santos não precisa descer a serra, e pode seguir diretamente pela Rio-Santos até Paraty. Mas quem sai do planalto, vindo de São Paulo, de Belo Horizonte ou de outras cidades do Vale do Paraíba tem várias opções de estrada para escolher.

As opções de estrada para descer a serra são:

1 – Rodovia dos Tamoios (que sai de São José dos Campos e desce até Caraguatatuba)

Vantagens: Duplicada na maior parte do percurso. Mais segura.

Desvantagens: O trecho entre Caraguá e Ubatuba é bem mais lento, e pode ter muito trânsito em alta temporada

2 – Rodovia Osvaldo Cruz (que sai de Taubaté e desce até Ubatuba)

Vantagens: Passa pelo trecho da Rio-Santos entre Ubatuba e Paraty que é muito bonito, e com pouco trânsito

Desvantagens: A serra é muito sinuosa e pode ter bastante trânsito na alta temporada. Não é permitido o tráfego de caminhões.

3 – Rodovia Paraty-Cunha (que sai de Guaratinguetá e desce até Paraty, passando por Cunha)

Vantagens: É o caminho mais curto para quem sai de São Paulo, e a estrada é muito bonita. A serra é menos sinuosa do que a Osvaldo Cruz.

Desvantagens: O trecho final de 10 Km é estreito e mal sinalizado. Não é permitido o tráfego de caminhões.

4 – Rodovia Saturnino Braga (saindo de Barra Mansa e descendo até Angra dos Reis)

Vantagens: É um bom caminho para quem vem de Barra Mansa e proximidades. A serra não é muito íngreme.

Desvantagens: É muito mais longo para quem vem de São Paulo.

Dicas de direção para a descida da serra:

Na descida da serra a segurança é fundamental. A primeira dica é o cuidado com a manutenção do veículo. É importante verificar o estado dos freios e dos pneus antes de pegar a estrada. Durante a descida da serra, é importante evitar ficar com o pé no freio durante toda a descida, pois isto causa um super-aquecimento do sistema, fazendo com que o freio comece a falhar. A forma correta de descer é com o carro engatado em uma marcha baixa, provavelmente em segunda marcha. Se o carro for automático, ele pode ter uma posição “L”, que ajuda a segurar o carro na descida. Ou ainda usar a opção de troca manual, quando disponível.

Na aproximação das curvas, freiar e contornar lentamente, se possível sem pisar no freio durante a curva (desde que a curva e o trânsito permitam, é claro). Após a curva, deixar o carro ganhar velocidade até se aproximar da próxima curva, só pisando novamente no freio quando for necessário.Se sentir que o nível do freio começa a baixar, pare em um acostamento ou local seguro o quanto antes, e espere o sistema esfriar. Para voltar a circular com o carro, com o motor ligado, bombeie algumas vezes o pedal do freio até sentir que o freio voltou a responder normalmente. Caso não volte a funcionar, será necessário chamar um mecânico para fazer o sangramento do sistema, tirando as bolhas de ar do líquido de freio. Provavelmente isto será o suficiente para corrigir o problema.

O importante é fazer uma viagem tranquila e segura. Siga estas instruções e faça uma boa viagem!

 

 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Contato

Central de Reservas:
Atendimento ao cliente todos os dias 24h.
(24) 3371-4044 / (24) 3372-1400
contato@estrelatours.com.br

Av. Roberto Silveira, 31 - CENTRO
Paraty, Rio de Janeiro, 23970-000, Brasil

Siga-nos

Copyright © 2018 Estrela Tours - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio